Capadócia: cavernas, pôr do sol e passeio de balão

Capadócia: cavernas, pôr do sol e passeio de balão

7
SHARE
Capadócia goreme

Este post sobre a Capadócia foi originalmente publicado em 18 de julho de 2014. Eu inclui novas informações e dicas pra vocês!

Ah, Capadócia! E não é que você existe? De verdade! E como você é mágica, luminosa, radiante.

A primeira vez que eu a vi, não me lembro quando exatamente, foi no colégio. Em uma aula, provavelmente de geografia, o professor explicava as diferentes formações geológicas e as mudanças nas paisagens causadas por fenômenos naturais como erupções vulcânicas.

Aquela paisagem desértica e cavernosa, que eu via naquela foto borrada e de baixa qualidade da minha apostila, não era nada mais do que um “objeto de estudo”. Naquela época, não passava pela minha cabeça que um dia eu iria conhece-la.

Mas eu fiquei mesmo mais “íntima” da Capadócia quando a novela começou. A Capadócia não era exatamente aquele deserto inabitável. As pessoas moravam lá e moravam dentro de cavernas delicadamente esculpidas pela natureza nas rochas. UAU!

E quando nosso relacionamento começou a se estreitar, eu não era mais uma menina do colegial. Já tinha feito minha primeira expedição pelo mundo quando morei na Inglaterra. Definitivamente, a Capadócia passou a fazer parte dos meus planos. Tanto, tanto que foi logo uns dos primeiros lugares que Paulinho e eu incluímos no nosso roteiro de volta ao mundo.

E quando chegamos lá foi só amor! Uma paixão avassaladora à primeira vista. PS: Até eu me espanto com meu exagero quando me vejo escrevendo isso, mas não consigo sentir outra coisa.

Capdócia
Tem como não se apaixonar loucamente por esse lugar?

Capadócia em números e fatos

Resultado de sucessivas erupções e precipitações vulcânicas, as enormes rochas que formam esse cenário tão peculiar se transformaram em cavernas fortes, mas também macias o suficiente para permitir que casas, igrejas e até castelos fossem construídos a partir da escavação.

Capacócia
Por do sol em Goreme

No entanto, devido à enorme atividade turística (só na região são aproximadamente 2,5 milhões de turistas por ano), a grande maioria das cavernas hoje não mais abriga famílias, mas hotéis e restaurantes.

Capadócia
Que charme esse hotel!!!

A região da Capadócia está localizada no centro da Turquia, com um passinho para o sul do país. No centro da Capadócia está a pequena Goreme, uma cidadezinha onde um pouco mais de 2000 pessoas vivem e trabalham para deixa-la ainda mais charmosa e simpática, um must see da vida de qualquer viajante.

O que a Capadócia tem

Por ser tão linda, e tão estrategicamente posicionada, Goreme se tornou o centro turístico da Capadócia e em poucos anos, grandes agências de passeio de balão, ótimos restaurantes, dezenas de hotéis e uma pequena rodoviária, que a conecta com o restante do país, se desenvolveram muito rápido e oferecem uma estrutura invejável pra receber viajantes de vários os estilos.

Capadócia
Ótima infraestrutra pra receber os viajantes

Nós simplesmente adoramos a cidade. Nossa, como adoramos! Planejamos ficar apenas dois dias e meio, mas meu coração sofreu muito quando fomos embora. Fazendo uma retrospectiva, quatro dias me parece o ideal. Calma, ainda vou explicar por que.

#1 Porque a cidade é encantadora, é doce. Se perder nas ruazinhas, observar as cavernas, as pousadas charmosas, as flores nas janelas é pura felicidade.

Capadócia
É muita felicidade…

#2 Porque a natureza é deslumbrante e dá pra explora-la de várias formas, através de trilhas pelos vales, passeios de quadriciclo, de bicicleta.

Capadócia
Trilha entre Nevsehir e Goreme

#3 Porque o passeio de balão é imperdível e é superaconselhável que você tenha pelo menos dois planejados para faze-lo. Vai que o tempo não permite já na primeira tentativa?

Capadócia
O imperdível da Capadócia!

#4 Porque além da natureza pra admirar, há museus a céu aberto, cidades subterrâneas e castelos pra visitar.

Capadócia
Museu a céu aberto

#5 Porque as pessoas são muito receptivas. Elas querem conversar, contar da vida delas, saber da nossa.

#6 Porque há outras cidades ao redor de Goreme que você pode explorar, como Nevsehir, Urgup e Avanos.

Mas é claro que existem muitos estilos de viagem e se a sua tem como objetivo fazer compras, visitar museus de história e de arte, descansar na praia ou ainda observar a arquitetura, dois dias na Capadócia e um passeio de balão já são suficientes.

Mas pra gente foi pouco. E olha que nossa visita foi intensa. Quanto mais as horas iam passando, mais a gente se apaixonava…

Nossa primeira atividade foi uma caminhada de 1 hora e meia no Rose Valley pra assistir ao por do sol. O vale é considerado o mais bonito da região e de faz jus ao nome: as rochas e as cavernas são de fato cor de rosa. E que por do sol… Um espetáculo.

Capadócia
O todo rosa Rose Valley
Capadócia
Por do sol no Rose Valley

Na manhã seguinte o momento mais esperado da viagem: conhecer a Capadócia de cima, mais precisamente de um balão. Meus olhos só sabiam brilhar quando o sol começou a nascer e colorir a paisagem com tons de laranja. Inacreditável. Quem conhece Mary Poppins pode imaginar como me senti.

Capadócia
Que coisa mais linda isso!!!

Como bons aventureiros que somos, decidimos também desbravar vales menos visitados e fizemos, sozinhos, uma trilha não oficial de 4 horas entre o Castelo de Nevsehir e Goreme. Foi demais! Conhecer os vales por dentro, encontrar pequenas casas ao longo do caminho, conversar com locais e até se perder um pouco, por que não?

Capadócia
Nossa expedição entre o Castelo de Nevsehir e Goreme

Paulinho não podia perder esse céu limpo e a noite estrelada pra fotografar o centro de Goreme à noite.

Capadócia
Goreme à noite
Capadócia
Lindo, lindo, lindo

Ainda tivemos um dia pra desbravar a cidade de moto: visitamos o castelo de Nevsehir, a cidade subterrânea e o museu a céu aberto. No mesmo dia, aproveitamos a noite para assistir a um show de dança típica na cidade de Avanos, mas que eu não indico não. Um pouco forçado demais pro meu gosto.

Capadócia
Na entrada do museu a céu aberto.

Mesmo tentando aproveitar o máximo possível cada minutinho, nos despedimos já com a saudade apertando o peito. As rochas imperfeitamente esculpidas, aliadas ao céu azul e ao sol alaranjado são suficientes para ter certeza de que o lugar é realmente especial.

Capadócia
E o azul desse céu!!!!!!

A Capadócia pode ser um sonho, mas é real. E o mais incrível é que ela não está assim tão distante como eu imagina lá nos meus áureos 17 anos.

Se você está planejando uma viagem a Capadócia, pesquise seus hotéis pelo melhor site de reservas do mundo, o Booking.com. Se você usar o link aqui do blog para reservar o seu hotel, você garante o melhor atendimento, não paga nenhuma taxa extra e eu ganho uma pequena comissão pra continuar meu trabalho. 😉

Você também pode nos acompanhar pelas redes socias. Facebook, Twitter, Instagram e Flipboard. Snapchat: contosdamochila

Obrigada por ler! <3

Newsletter_1

7 COMMENTS

    • Ah, obrigada pelo elogio! A maioria das fotos é do Paulinho (preciso das os créditos, rs). Sabia que, quando nós começamos a pensar no roteiro da volta ao mundo, a Capadócia foi um dos primeiros lugares que listamos? É linda demais!

  1. Estive em Istambul 6 meses atrás e fiquei triste de não ter tido tempo para conhecer a Capadócia. Cada vez que vejo fotos do local, mais tenho a certeza que preciso separar um tempinho só para a Capadócia.
    Incrível!

  2. A Capadócia é um SONHO!
    Eu viajo com as suas viagens, Pam. Elas me dão mais vontade ainda de me jogar por aí e conhecer esses lugares todos.
    Obs.: Adorei o óculos e a blusa azul combinando nas fotos 😛

    • Os óculos, a blusa e o xale foram propositais. Eu tinha óculos azul, amarelo, vermelho e bege. Cada hora eu queria comprar um diferente, haha.
      Obrigada por me acompanhar. Fico feliz em saber que te ajudo a viajar. Capadócia não é real, é um sonho mesmo. Quero voltar pra lá o quanto antes. Se quiser ajuda, estou aqui. 😉

LEAVE A REPLY