Quem Sou Eu

Quem Sou Eu

Pam Suiça
Na Suíça – quem tá na chuva é pra se molhar

Que sou eu?

“Quem sou eu?” – que pergunta mais capciosa essa, rs. Acho que sou tanta coisa ao mesmo tempo e em tempos diferentes. Não acredito que as pessoas sejam alguma coisa, talvez elas estejam alguma coisa, dependendo do momento. Eu, por exemplo, posso ter o coração amolecido quando um amigo me faz um pedido complicado (e eu tento atender a qualquer custo), mas posso ser bem durona quando alguém não cumpre o prometido. Quando estou com amigos e família, falo pelos cotovelos; mas quando não conheço as pessoas ao meu redor, viro um tatu bola.

Sou dessas que quando está aqui, quer estar lá, e vice-versa. O mundo é tão gigante e tão cheio de possibilidades que eu não me conformo em ter que escolher. Admito, tenho uma dificuldade enorme em escolher: do sabor do suco ao próximo destino de viagem, é sempre um desafio.

Eu já fui antropóloga, estagiária de RH, trainee de negócios e gerente de marketing. Já quis trabalhar em ONGs, na ONU e numa comunidade de seringueiros lá no Pará. Mas meu sonho mesmo era ser cantora. MPB. Dessas que sentam num banquinho, tiram o violão da bolsa e começam a cantar. Na minha adolescência, meu brinquedo favorito era um aparelho de karaokê.

Mas blogueira e coach de viagens nunca havia passado pela minha cabeça. Nunquinha mesmo.

Uma pessoa com dois corações

Eu sempre quis viajar. Desde o tempo da escola. Me lembro de uma vez ter comentado com a minha mãe, enquanto ela fazia almoço, que eu queria estudar o colegial (que hoje é ensino médio) fora do Brasil. Ela riu, e me falou que aquilo não “tinha cabimento”. Naquela época, o Brasil ainda era aquele país de economia muito complicada e é claro que meus pais não conseguiam bancar o meu sonho.

Minha vida “nômade” começou mesmo quando me mudei pra Campinas pra fazer faculdade. E mais do que ter duas casas, eu descobri ter também dois corações. Um que queria partir e outro que queria ficar. Um que queria aconchego e colo e outro que queria liberdade. No momento em que os descobri, infelizmente os separei. E, embora eles queiram voltar a viver juntos, eles sabem que são incompatíveis. E eu sei que viverei com eles separados pra sempre!

Um vício chamado mundo

Levei a primeira flechada letal do cupido quando conheci Londres. Me apaixonei perdidamente pela cidade, pelo mundo que ela me apresentou e pela vida de descobertas diárias. Desde que vivi essa experiência (que mudou a minha vida), eu sou a maior embaixadora-auto-proclamada do “vá conhecer o mundo, meu filho”.

Vivo buscando minha próxima grande aventura. Meu próximo descobrimento. Quais surpresas me esperam em um lugar que não conheço? Que gosto tem a comida? Que histórias guarda esse lugar? Como vivem as pessoas? Em que elas acreditam? Quem eu serei depois de mais essa experiência? Que aprendizados trarei comigo?

Esse tal de mundo… Que me transformou em uma viciada inveterada. Esse lugar absolutamente fantástico que existe dentro e fora da minha imaginação.

Blogueira e Coach de Viagens

Quando decidi que queria tirar um ano sabático e conhecer o mundo, também decidi que queria dar um tempo na vida corporativa e tentar alçar meu próprio voo. Eu só não tinha nenhuma ideia do que fazer.

Um mês antes de começar o meu sabático, fui convencida por amigos e família a criar um blog de viagem pra contar as aventuras que eu viveria com o Paulinho e para mostrar as fotos. Sem conhecer uma vírgula desse mundo blogueiro e do mundo da tecnologia, me aventurei. E o que era para ser apenas um diário de bordo digital temporário se transformou em uma tentativa de ganhar dinheiro.

Adoro contar histórias, inspirar e incentivar as pessoas a viajar. Adoro ensina-las como fazer isso. Uma das minhas maiores alegrias é saber que ajudei um viajante a tirar a viagem do papel. Quando eu percebo que ensinei coisas que essas pessoas levariam muito tempo para descobrir, e que adiariam seu sonho por isso. Adoro quando uma pessoa me diz que não dá pra fazer a viagem dos sonhos com o orçamento que ela tem e eu mostro todos os caminhos para ela conseguir. E ela consegue! Quanto mais gente eu puder ajudar a cair no Brasil e no mundo, mais feliz eu vou ficar.

Se eu vou fazer isso pra sempre? Hummm, outra pergunta capciosa, rs. A verdade é que não sei. Só sei que o farei enquanto houver amor. Enquanto meu trabalho for significativo o bastante para me fazer dedicar todos os meus dias a ele.

Por isso, enquanto houver blog, enquanto houver coaching, tenho certeza de que há muita paixão, comprometimento e força de vontade por trás de tudo isso.

Algumas curiosidades…

  • Eu nasci em uma pequena cidade do interior de São Paulo que tem um nome lindo: Porto Feliz
  • Países que eu PRECISO conhecer um dia: Nova Zelândia, Japão, Finlândia, Chile e Tanzânia
  • Atualmente sou viciada em comida japonesa, mas adoro uma costelinha de porco com molho barbecue
  • Não sei contar piada, mas adoraria saber
  • Fui bailarina por mais de 12 anos e cheguei a encenar mais de 10 peças de teatro
  • Meus dois livros mais queridos são: “Dom Quixote de La Mancha” e “Um, Nenhum, Cem Mil”
  • De todos os lugares que eu já visitei, o que tem mais espaço no meu coração é Londres
  • Nunca fui muito chegada em rede social, mas venho fazendo um esforço tremendo pra mexer em todas as 1526 redes que existem por aí (Curte a gente, vai!)
  • Quando gosto de uma roupa, ela gruda em mim… sério!
  • Amo bolo de brigadeiro e petit gateau.
  • Não me deixe encarregada de cuidar de nada pra você. Provavelmente, eu vou perde-lo
  • Os países que mais eu sinto saudades: Inglaterra (sempre!), Cuba, Suíça e Tibete (faz parte da China, mas eu torço para que um dia deixe de fazer)
  • Adoro uma boa discussão política
  • O chocolate eu não sei, mas o melhor waffle e a melhor batata-fria do mundo estão na Bélgica
  • Os lugares que mais gosto no Brasil são Paraty, Ilha Grande, os Lençóis Maranhenses e São Paulo, claro! E tenho verdadeira loucura pra conhecer a Amazônia, o Acre e o Rio Grande do Sul.
  • Quer me deixar irritada, é só dizer que eu estou irritada!
  • Paulinho é meu marido e estamos juntos há 14 anos. Fizemos o sabático juntos e ele se descobriu apaixonado por fotografia.
  • Não tenho uma meta em número de países para conhecer. Já conheço 31 e vou seguir descobrindo um depois do outro até quando minha vida permitir.
Pam Londres
Onde tudo começou
Na Turquia, Laos e Croácia
Na Turquia, Laos e Croácia
Pam pela Ásia e Europa
Na Hungria, Tailândia, Itália e Vietnã
Pam Pequim
Em Pequim (uma bala pra quem me encontrar na foto! rs)
Pam no mundo
Passando perrengues na Ásia. Massagem nos pés na piscina de peixes, Licor afrodisíaco de cobras e esperando a van pra chegar a Tailândia.
Pam e Paulinho
Com o Paulinho em um lugares que a gente mais gosta (aeroporto)
Dom Quixote
Bonequinho Dom Quixote. Um louquinho pra chamar de meu!

 Quer acompanhar a mim e ao Paulinho nas nossas andanças pelo mundo?

Então você pode começar a ler o blog por aqui e também seguir a gente nas redes socias.

Facebook, Twitter, Instagram, Google Plus e Flipboard e Snapchat: contosdamochila.

Obrigada por ler! <3