Castelo de Wawel e Basílica da Virgem Maria em Cracóvia

Castelo de Wawel e Basílica da Virgem Maria em Cracóvia

0
SHARE
Cracóvia

Nós já dissemos aqui porque a Cracóvia foi uma surpresa linda em nossa viagem e porque a cidade merece nossos olhares apaixonados. Também já sugerimos as principais atrações da cidade. Neste post de hoje, trago mais detalhes sobre duas dessas atrações: o Castelo de Wawel e a Basílica da Virgem Maria

Castelo de Wawel

O Castelo de Wawel é um complexo formado, principalmente, pelo Palácio Real (que é hoje um museu) e a Catedral de São Venceslau. Diferente de outros castelos espalhados pelo mundo, ele fica bem no centro da cidade mesmo, tão perto que é fácil (e rápido) chegar a pé.

Entrada Castelo de Wawel
Entrada Castelo de Wawel

O lugar onde hoje está o castelo, da forma como conhecemos, abrigava até o século XIII uma fortificação em madeira. Foi graças ao rei Cassimiro III que essa antiga fortificação foi substituída pelo Castelo de Wawel, feito exclusivamente por pedras. Toda a área do castelo é muito bonita, com jardins floridos, coloridos e lindos!

Castelo de Wawel todo florido
Castelo de Wawel todo florido
Jardins do Castelo de Wawel
Jardins do Castelo de Wawel

Como grande parte da cidade de Cracóvia, o Castelo de Wawel sobreviveu quase intacto aos bombardeios da Segunda Guerra. É tudo original mesmo. Ah! O Castelo tem esse nome Wawel, porque Wawel é o nome do monte onde ele está.

Visitar o Castelo é gratuito. Paga-se para entrar no Palácio Real e na Catedral. Como já adiantei, o Palácio é um museu e nele é possível ver a mobília real, os aposentos, obras de arte, armaduras, joias, achados arqueológicos e uma exposição permanente que conta a história da realeza de Cracóvia. Já a Catedral de São Venceslau, além de ser uma igreja católica romana linda, e lugar onde tem no seu subsolo uma cripta onde estão enterradas algumas figuras importantes para o país, como a maioria dos reis. Investimos nosso dinheiro em visitar a Catedral e não nos arrependemos.

Pátio interno do antido Palácio Real de Cracóvia
Pátio interno do antido Palácio Real de Cracóvia

Pra você ter uma ideia, a Catedral de São Venceslau foi tão importante para o país durante sua história que cada rei da Polônia quis deixar sua própria marca no prédio, incluindo na construção uma torre, uma parede ou uma escultura. Por isso, não dá pra dizer que a Catedral tem um estilo arquitetônico único; há várias partezinhas nele que refletem o estilo vigente na época de cada reino.

Catedral de São Venceslau, Cracóvia
Catedral de São Venceslau, Cracóvia

E como se não fosse suficiente, ainda há uma lenda muito simpático que ronda a história do Castelo de Wawel. Segundo ela, lá nos séculos VII e VIII, um dragão que comia ovelhas vivia perto do Castelo (que nessa época era de madeira). A população vivia amendrontada. O rei Krak (que deu o nome à cidade) ofereceu a mão da sua filha mais velha ao rapaz que conseguisse matar o dragão. Muitas estratégias foram pensadas, mas muitos homens tentaram e falharam.

Foi então que surgiram um sapateiro, Skuba, bem espertinho e sua ideia genial: ele matou uma ovelha, encheu-a com enxofre e a colocou perto do dragão enquanto ele dormia. O dragão acordou todo faminto e na hora comeu a ovelha. O enxofre que estava dentro da ovelha provocou tanta sede no dragão que o fez beber muita, muita água a ponto de… Explodir!

E foi assim que um sapateiro virou genro do rei. E foi assim que a expressão “skubany” surgiu para classificar pessoas espertas. E foi assim que o dragão se tornou um mascote de Cracóvia.

E aí, gostou do Castelo? Então, veja aqui vários passeios e tours pelo Castelo de Wawel e também pelo centro histórico.

Miniatura do Castelo com tradução em braile
Miniatura do Castelo com tradução em braile
  • Onde fica: ao sul da Stare Mistro
  • Como chegar: a pé pela Stare Mistro
  • Quanto tempo de visita: 2 a 4 horas

Veja também: O bairro judeu de Kazimierz em Cracóvia

Basílica da Virgem Maria

Basílica da Virgem Maria à noite
Basílica da Virgem Maria à noite

A Basílica da Virgem Maria é a igreja que fica na Praça do Mercado, uma das mais importantes igrejas da Polônia. Sua construção original é do início do século XIII, mas, devido aos vários ataques dos povos tártaros na época, ela foi reconstruída um século e meio depois. Em estilo gótica, por dentro, ela é toda colorida, principalmente pelo vermelho e azul e dourado. Nós não entramos, mas vimos fotos e ela parece ser bonita de verdade.

Basílica da Virgem Maria em Cracóvia
Basílica da Virgem Maria em Cracóvia

Ainda hoje ela é o ponto mais alto de Cracóvia. Seus 81 metros de altura foram estrategicamente utilizados como ponto de observação e guarda da cidade. Diz outra lenda (bem curiosa, por sinal) que lá pelos anos de 1240, o exército tártaro tentou invadir a cidade na calada da noite. O soldado que estava lá em cima da torre da Basílica conseguiu enxergar o exército vindo na direção da cidade. Para avisar a população rapidamente, ele tocou a trombeta por alguns minutos a tempo de acordar os soldados poloneses e impedir mais uma invasão. Infelizmente, um soldado tártaro o avistou e conseguiu acertar uma flecha na garganta dele, que faleceu na mesma hora.

O detalhe curioso dessa lenda é que o soldado tártaro deveria ser o soldado mais hábil de todo o exército, porque, além de estar há mais de 200 metros de distância, o soldado polonês estava lá no topo da torre de 81 metros, lembra?

Basílica da Virgem Maria
Basílica da Virgem Maria

Embora seja uma lenda, ela é tão forte na cultura local que o mesmo som é tocado a cada hora cheia no alto da torre da Basílica em homenagem ao herói. E o mesmo som é também interrompido no exato momento, no exato acorde, em que teria sido supostamente interrompido há quase 750 anos.

Se você puder acompanhar o toque da trombeta, olhe pra cima da torre e procure pelo trompetista. No final da apresentação ele faz um tchauzinho para o público. Muito simpático, como  toda a população de Cracóvia!

Trompete Basílica Virgem Maria
Vocês conseguem enxergar um ponto dourado na janela do meio? É o trompete tocando!
Trompetista Cracóvia
Agora, olha o trompetista acenando para as pessoas, que simpatia!

Pra quem gosta de visitar igrejas, veja aqui uma sugestão de passeio para ver a Catedral de Wawel e a Basílica da Virgem Maria.

  • Onde fica: na Stare Mistro
  • Como chegar: a pé
  • Quanto tempo: 1 hora

Neste post, faço menção a alguns produtos e serviços de viagem. Sempre que você reservar ou comprar alguma coisa por meio do blog, eu ganho uma comissão. Mas garanto que nada ficará mais caro para você, ok?

Você também pode nos seguir nas redes socias.

Facebook, Twitter, Instagram e Flipboard. Snapchat: contosdamochila

Obrigada por ler! <3

 

Newsletter_1

NO COMMENTS

LEAVE A REPLY